NA ESTRADA
Ó Paí ó
por Virginia Cavendish
09/10/2015

Cheguei de paraquedas nas filmagens de “Ó Pai ó”, literalmente. A galera do programa já estava gravando há um mês, já tinha feito o filme, além de ser um grupo importantíssimo de teatro na Bahia, com muitos anos de estrada. Ou seja, maior intimidade impossível. Fiquei impressionada com o Olodum, com a sua força, suas convicções políticas. Sem concessões, fui recebida de braços abertos e no segundo dia já me sentia um deles. Fiquei apaixonada por aquilo e não queria sair mais de lá.

Compartilhar